Baiana com síndrome de Down se torna sensação do YouTube


Canal de Cacai Bauer possui mais de 170 mil inscritos
(Foto: Eli Cruz/ iBahia)

O ano foi de reviravolta na família Bauer Lemos. O motivo? Cailana Eduarda, de 22 anos, ou Cacai Bauer – como gosta de ser chamada -, se tornou uma famosa da internet. A jovem é a primeira youtuber brasileira com síndrome de Down e tem encantado milhões de internautas com seus vídeos de paródias, conselhos e brincadeiras. Em dez meses de criação, o canal já soma mais de três milhões de visualizações e 174 mil inscritos.

Cacai nasceu em Salvador, mas atualmente mora e Lauro de Freitas, na Região Metropolitana, e não deixa que sua alteração genética atrapalhe para que ela leve uma vida normal, quando não está gravando vídeos ou atualizando suas redes sociais.

Mesmo com a família preparada para as surpresas que poderiam surgir, tudo aconteceu numa velocidade inesperada, como contou Dalmo Lemos, 47, pai de Cacai, em entrevista ao iBahia. “A repercussão foi muito grande e nos deixou até um pouco atordoados, porque tudo foi simultâneo”, disse. “Tivemos que nos adequar, porque como não temos um agente, temos que nós próprios administrarmos as redes sociais e a criação dos vídeos. Tivemos que aprender algumas coisas e funções que não eram comum entre nós”, completou.

Se por um lado surgiu dúvidas quanto ao sucesso do canal, por outro existiu a certeza de que Cacai iria brilhar na internet. “Cailana nasceu com uma estrela que não apaga nunca. Em tudo que a gente coloca ela, faz sucesso”, contou a mãe, Janaina Bauer, 43. “A gente costuma brincar dizendo que o anjo da guarda dela fica de plantão para atender os pedidos nossos e dela”, ressaltou o pai.

E cresceu mesmo. Prova disto é que ela chega a ser reconhecida em alguns lugares. “Pedem autógrafos, tiram fotos. Me sinto muito feliz quando lembram do meu rosto e tiram fotos”, contou ela.

Preconceito e ataques
Enquanto Cacai se diverte nos vídeos publicados, com as câmeras desligadas ela precisa enfrentar os ‘haters’ – pessoas que postam comentários de ódio ou crítica -, nos comentários das publicações. “Existe muita gente atacando ela, mas tiramos de letra”, disse a mãe da youtuber, que garante ler alguns comentários das publicações, mas não vê problemas: “alguns fãs me defendem”.

Para o diagramador, Cacai enfrenta os problemas com muita tranquilidade por ter uma “auto estima muito boa” e ser “bem resolvida”. “A gente até responde alguns internautas. Respondemos com o intuito de conscientizar as pessoas do crime que elas estão cometendo”, afirmou.

Os pais dela acreditam que, com os vídeos, a jovem passa a ser inspiração para os pais de pessoas com alguma deficiência. Ela, inclusive, já foi chamada para fazer publicidade sobre o assunto e conscientizar para o respeito às diferenças.

Família envolvida
Com o crescimento do canal, a “brincadeira” da jovem passou a ser encarada cada vez com mais seriedade e, assim, aumentou a participação da família no processo. Além dos pais, os irmãos, Luiza Victoria e Caio Johanes, também trabalham com Cacai. Os pais se dividem na criação dos roteiros e edição, a irmã canta e o irmão participa das gravações.

A publicação dos vídeos acontece sempre às segundas-feiras, mas as gravações podem ocorrer em qualquer outro dia da semana. Os sábados e domingos ficam reservados para a edição dos materiais, que levam cerca de 3 horas para ser gravados.


Cacai na paródia de ‘Bumbum Granada’, vídeo de maior sucesso do canal(Foto: Reprodução/ YouTube)

De acordo com Janaina, o primeiro pagamento do YouTube pelo canal vai acontecer no próximo dia 30 de dezembro. “Mas ainda não dá para saber se isso vai nos manter e se dá para tirar uma quantidade que dê uma certa garantia total”, disse. “O único déficit da gente é que não estamos conseguindo achar os anunciantes. Estamos buscando lojas pequenas de Lauro de Freitas para apoiar no trabalho e fechar parcerias. A impressão que temos é que a maior repercussão dela vem de fora da Bahia”, completou a mãe.

Sonhos e futuro
Neste ano, a fã dos canais de Kéfera e Isaac do Vine já deu um grande passo para a realização de um dos seus sonhos: “ser famosa”, como ela mesma contou ao portal. Com este desejo já sendo realizado, o próximo passo é conhecer “a Disney, o castelo das princesas e a Universal Studios (por causa da série ‘Harry Potter’)” e a cantora Ivete Sangalo.

Para o próximo ano, os pais já preparam novos projetos com Cacai Bauer, incluindo a realização de palestras para pais em escolas, além de continuar “contribuindo na inclusão de pessoas com deficiência”. “Ela é um exemplo prático de que a inclusão pode funcionar”, disse Dalmo.

Assista ao vídeo da paródia de ‘Bumbum Granada’, na voz de Luiza Victoria e dublada por Cacai:

Via iBahia

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *