Dicas sobre como perceber o atraso na fala das crianças

Por que esquecemos as palavras? Os especialistas explicam que às vezes pensamos em uma coisa, mas não conseguimos lembrar a palavra associada a ela. Isso não é um problema. Você deve se preocupar e procurar um médico se o esquecimento for muito frequente. Estresse e cansaço podem colaborar para esse ‘branco’ na mente.

Os convidados também falaram sobre as crianças e o desenvolvimento da fala, que passa por três estágios básicos: a lalação, que ocorre entre três e quatro meses e se caracteriza pela emissão de sons; o balbucio, que ocorre entre sete e oito meses, e é formado pela emissão das primeiras sílabas; e a emissão das primeiras palavras completas e evolução do vocabulário, que começa a partir do primeiro ano até cinco ou seis anos.

Se o filho está com dificuldade para desenvolver a fala, os pais devem procurar ajuda de um fonoaudiólogo. Algumas crianças precisam aprender até os movimentos básicos da fala. Os exercícios são sempre lúdicos. A criança precisa de atenção. Falar com ela ajuda a desenvolver a fala. Nada de deixa-la sozinha com o tablete em jogos educativos e achar que isso vai desenvolver a fala!

A gagueira é um distúrbio da fala e acomete crianças entre dois e três anos de idade. Entre 70% e 80% dos casos ela vai embora sozinha, sem tratamento. Se a gagueira aparecer após o período de desenvolvimento da fala pode ser alguma condição neurológica que precisa atenção.

A gagueira pode ser hereditária (em 80% dos casos) ou por lesão neurológica (20% dos casos). Em casos persistentes, ela deixa de ser fisiológica e passa a ser caracterizada como patológica. Outros sintomas acabam se somando, como a dificuldade na produção dos sons, hesitação, repetição de fonemas ou sons. Como estratégia, o gago pode preferir substituir palavras que são mais difíceis para ele.

Via G1

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *